Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
GM vai retomar programa de investimentos de R$ 10 bilhões no Brasil
12/01/2021 21:44 em Economia & Negócios

Após fechar 2020 na liderança do mercado brasileiro com a marca Chevrolet pelo quinto ano consecutivo, com 338,6 mil emplacamentos e participação de 17,4% (as vendas caíram 29% sobre 2019, pouco acima da média geral de retração do mercado de 26,6%), a General Motors anunciou que irá retomar o programa de investimentos de R$ 10 bilhões em suas duas fábricas paulistas em São Caetano do Sul e São José dos Campos, que havia sido anunciado o início de 2019 e congelado em abril do ano passado com a crise provocada pela chegada da pandemia de coronavírus ao Brasil.

“Num ano em que a sustentabilidade do negócio foi o grande desafio, também pela forte desvalorização do real diante do dólar que está impactando no aumento generalizado dos preços dos carros, a liderança da Chevrolet é consequência de uma estratégia vencedora. Intensificamos o foco no varejo, onde a marca ampliou sua liderança para quase 6 pontos porcentuais em relação ao concorrente mais próximo”, destacou Carlos Zarlenga, presidente da GM América do Sul, em comunicado divulgado pela empresa na terça-feira, 5.

Leia também: FGV: setor automobilístico apresenta ociosidade superior a 30%

Segundo a GM, os aportes serão direcionados à produção de veículos inéditos, além da ampliação da oferta de equipamentos, entre eles o sistema de comunicação e serviços OnStar e o Wi-Fi nativo a bordo de mais modelos Chevrolet. O investimento de R$ 10 bilhões conta com incentivos do Estado de São Paulo do programa IncetivAuto, com abatimentos no imposto estadual (ICMS) de novos modelos que podem chegar a 25%. Quando foi anunciado, o pacote de investimentos deveria ser aplicado no período 2020-2024, mas a GM não informou se o prazo foi estendido em função do congelamento do plano no ano passado.

O plano de investimentos da GM no quinquênio anterior, de R$ 13 bilhões, foi usado para renovar boa parte do portfólio de modelos Chevrolet, incluindo o lançamento da nova família Onix (hatch e sedã fabricados em Gravataí, RS) já no fim de 2019 e do primeiro SUV nacional da marca, o novo Tracker que começou a ser produzido em São Caetano em março de 2020. As duas fábricas também passaram por processos de modernização e em Joinville (SC) foi construída uma nova unidade com mais do dobro do tamanho da anterior para a produção dos novos motores tricilíndricos 1.0 aspirado e 1.0 e 1.2 turbinados, que já equipam Onix e Tracker.

Leia mais: Ford anuncia fim da produção de carros no Brasil

Com isso, a planta de São José, que ficou de fora do programa anterior de investimento, deverá receber mais atenção e novos produtos nos próximos anos. Atualmente a unidade produz a picape S10 e o SUV de grande porte Trailblazer (ambos passaram por reestilizações em 2020), além de motores, transmissões e outros componentes.

Fonte: automotivebusiness.com.br

COMENTÁRIOS