Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Marco Aurélio chama Fux de ‘autoritário’, ‘censor’ e ‘todo poderoso’
15/10/2020 19:04 em Notícias do Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) é conduzido desde o último mês por um juiz que se sente como “todo poderoso”. Ao menos é assim que o ministro Marco Aurélio definiu, na tarde de hoje, o presidente da Corte, Luiz Fux. Além disso, ele acusou Fux de ser “autoritário” e agir como “censor.”

Leia mais: Barroso determina afastamento de Chico Rodrigues

As críticas foram feitas durante sessão do STF que analisou a liberdade de André do Rap, traficante do PCC que deixou a prisão no fim de semana graças a habeas corpus concedido por Marco Aurélio. Fux suspendeu a decisão e levou o tema para o plenário. No geral, nove ministros votaram contra a concessão do habeas corpus que libertou o bandido.

Único a votar pela validação do habeas corpus, Marco reclamou, inclusive, da sessão. Para ele, o julgamento de hoje contra André do Rap só serviu para atender “à vaidade do presidente [do STF]“. Com a palavra, Fux pediu “relação respeitosa”, lembrou que a maioria do Supremo validou a suspensão e lembrou que o traficante fugiu para o Paraguai após deixar a prisão.

Opinião mantida

Marco Aurélio enfatizou que seguiu a sua própria consciência e o seu entendimento da lei ao conceder o habeas corpus ao traficante do PCC. Nesse sentido, ressaltou que tomaria a mesma decisão novamente. Por fim, o ministro do STF declarou não se sentir enganado pelo criminoso e que ele não pode, agora, ser “colocado como bode expiatório.”

 

Fonte: revistaoeste.com

COMENTÁRIOS