Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Alckmin oficializa saída do PSDB e poderá ser vice de Lula
15/12/2021 17:13 em Política Brasil

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin deixou o PSDB nesta quarta-feira, 15. “Chegou a hora da despedida”, anunciou, no Twitter. “Nesses mais de 33 anos e meio de trajetória no PSDB, procurei dar o melhor de mim”, disse.

Cotado para compor uma possível chapa com o ex-presidente Lula na eleição de 2022, Alckmin já recebeu convites para se filiar ao PSB, PSD e Solidariedade. “Em breve, anunciarei meus próximos passos”, prometeu.

O agora ex-tucano se declarou como “um soldado sempre pronto para combater o bom combate com entusiasmo e lealdade”. “Valeu cada obstáculo vencido, cada momento vivido”, acrescentou o ex-governador.

Leia também: Paulinho da Força Sindical convida Alckmin para ser vice de Lula

 

Nota do partido

“O ex-governador Geraldo Alckmin, de forma cordial, fez uma ligação ao presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, confirmando sua desfiliação.”

Leia mais: Lula diz que tem ‘extraordinária relação’ com Alckmin

Carreira de Alckmin no PSDB

Em 1988, deixou o então PMDB e, com Franco Montoro, José Serra, Bresser Pereira, Fernando Henrique Cardoso, Mario Covas, fundou o Partido da Social Democracia Brasileira.

Em 1990, foi reeleito deputado federal, para o mandato de 1991 a 1994. Entre 1991 e 1994, tornou-se presidente estadual do PSDB de São Paulo. Nesse período, redigiu vários projetos ligados à saúde e à Previdência.

Médico de formação, ele integrou a Subcomissão de Saúde e Seguridade, a comissão de Ordem Social e a do Meio Ambiente. Vice de Mário Covas, Alckmin virou governador depois da morte do titular, em 2001.

Fonte: revistaoeste.com

COMENTÁRIOS