Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Jogadora de vôlei do Afeganistão é decapitada pelo Talibã, diz jornal
22/10/2021 08:20 em Notícias do Mundo

A jogadora de vôlei afegã Mahjabin Hakimi foi decapitada pelo Talibã por ter se negado a seguir as determinações do extremistas islâmicos, segundo informações publicadas nesta quinta-feira, 21, pelo jornal Persian Independent.

Leia mais: Talibã acaba com Ministério de Assuntos Femininos

O brutal assassinato teria acontecido no começo deste mês, mas só foi revelado agora, em uma entrevista de um dos técnicos da atleta. Hakimi atuava pela seleção júnior do Afeganistão e por um dos principais times de vôlei de Cabul. De acordo com o treinador, a família da jogadora foi ameaçada pelos milicianos.

 

Depois de a informação ter sido divulgada, a Federação Internacional de Vôlei (FIVB) pediu “esclarecimentos urgentes” a respeito do caso. A entidade informou que trata do assunto com discrição para preservar a integridade das demais jogadoras da seleção afegã.

Leia também: Seleção de futebol feminino juvenil foge do Afeganistão

 

Desde que voltou ao poder no Afeganistão depois de 20 anos, o Talibã anunciou que as mulheres estão proibidas de praticar esportes no país. Segundo um dos porta-vozes da milícia, Ahmadullah Wasiq, o esporte feminino é “inapropriado” e “desnecessário”.

Fonte: revistaoeste.com

COMENTÁRIOS